A Doçura da Vida - Uma Abordagem Mente-Corpo Para Diabetes

Parte da verdadeira apreciação de nossa experiência humana está em desfrutar a doçura da vida. Um pêssego bem maduro. Uma fatia de pão caseiro fresco. Uma bola de sorvete de chocolate. De maneira paradoxal na vida, no entanto, ao mesmo tempo em que temos maior acesso a enorme variedade  de delícias doces  o número de pessoas com dificuldades de metabolizar açúcar em sua corrente sanguínea está subindo. Esta condição, comumente conhecido como diabetes, está alcançando proporções epidêmicas em muitos países.

Embora a ciência médica tenha feito grandes avanços no tratamento de doenças agudas, como doenças infecciosas, trauma e outras condições de risco de vida, estamos vendo um aumento dramático nas doenças crônicas, incluindo diabetes. De acordo com o mais recente relatório dos Centros para Controle e Prevenção de Doenças, o número de pessoas nos EUA com diagnóstico de diabetes cresceu de 1,5 milhões em 1958 para 18,8 milhões em 2010. Diabetes é a sétima causa de morte nos EUA e é uma das principais causas de doença cardíaca, acidente vascular cerebral, doença renal, amputação de membros inferiores e cegueira. Dados de estudos internacionais mostram que o número de pessoas com diabetes em todo o mundo em 2011 atingiu cerca de 366 milhões.
 
Felizmente, enquanto ainda não houver cura para o diabetes, pelo menos existem  intervenções e mudanças de estilo de vida que podemos fazer para alterar o curso da doença e prevenir complicações. O sistema de cura do Ayurveda oferece sabedoria e orientações valiosas que podem nos ajudar a ouvir os sinais do nosso corpo, observar os primeiros sinais de que estamos ficando fora de equilíbrio, e fazer as mudanças necessárias para reverter os desequilíbrios.
 
Ao se adotar um novo olhar sobre a base de conhecimento antigo e abrangente do Ayurveda, podemos nos tornar mais capazes de tratar e controlar esta doença complexa. Nós também podemos expandir o nosso potencial para desenvolver estratégias de tratamento que combinam a sabedoria antiga com a medicina moderna.
 
O que é Diabetes?
 
O entendimento atual médico de “diabetes mellitus” é que é um grupo de doenças relacionadas em que o corpo é incapaz de regular a quantidade de açúcar no sangue, especificamente a glicose. A Glicose fornece a energia vital ao nosso corpo e mente . É a principal fonte de energia para nossas células e a principal fonte de combustível para o nosso cérebro.
 
Em um indivíduo saudável, vários hormônios, incluindo a insulina , regulam os níveis de glicose no sangue, permitindo a glicose de ser usada para combustível. 
 
No entanto, em pessoas com diabetes, o corpo ou não produz insulina suficiente (diabetes do tipo 1), ou não é capaz de usá-la bem (diabetes do tipo 2). Em alguns tipos de diabetes, o corpo é ao mesmo tempo incapaz de produzir insulina suficiente e incapaz de usá-la eficientemente. Quando o corpo é incapaz de transferir eficientemente a glicose do sangue para as células onde ela é necessária, a glicose permanece no sangue, onde pode causar problemas sérios. Além disso, as células não recebem a energia de que necessitam para funcionar corretamente. Em todos os tipos de diabetes, há um risco de o nível de açúcar no sangue tornar-se muito alto e causar sérios problemas de saúde, tanto aguda como crônica.
 
Uma Perspectiva Ayurvedica
 
Uma das primeiras referências à doença  que hoje reconhecemos  como diabetes aparece no Atharvaveda, um dos quatro Vedas sagrados que se originou em cerca de 1,500-1,000 AC na Índia. O sistema tradicional de cura completa de Ayurveda foi desenvolvido a partir de material que se encontra nestes textos antigos.
Na Ayurveda, a diabetes é referida como “madhumeha”, um termo sânscrito que se traduz diretamente como a doença da "urina doce" . De fato, quando os nossos níveis de açúcar no sangue sobem acima de um certo limite, isso transborda para a urina e pode ser detectado. A descrição antiga desta doença inclui uma observação para o fato de que distúrbios nos tecidos do corpo ocorrem devido a desequilíbrios no metabolismo.
 
A causa, sintomas, prognóstico e tratamento da diabetes também foram descritos em detalhes nos textos védicos de milhares de anos atrás. Ayurveda reconhece a natureza multifatorial da diabetes, fazendo referência a tendências herdadas no nascimento, bem como desequilíbrios acumulados  potencialmente  por todas ass três “doshas” ou constituições mente-corpo (Vata, Pitta e Kapha).
 
Os Diferentes Tipos de Diabetes
 
A Ayurveda também identifica diferentes tipos de diabetes, incluindo uma forma conhecida em sânscrito como “apathyanimittaja” que tende a ocorrer mais tarde na vida e cuja fatores contribuem  inclusive par o sono excessivo, excesso de alimentos e doces, e uma falta de atividade física. Esta descrição se correlaciona bem com a nossa  moderna compreensão  médica de diabetes tipo 2. Uma pesquisa científica descobriu que os fatores de risco para esta forma de diabetes incluem uma dieta rica em gordura, consumo elevado de álcool, o excesso de peso e um estilo  sedentário de vida.
 
Um Olhar Mais Atento na Diabetes Tipo 2, Ffrequentemente Associada a Um Desequilíbrio do Dosha Kapha
 
Diabetes tipo 2 era uma doença que ocorria principalmente em pacientes mais velhos, mas agora está aumentando drasticamente em crianças e adolescentes, uma população que está muito mais sedentária e com sobrepeso do que as gerações anteriores. A obesidade é um fator de risco para  se contrair o diabetes tipo 2, bem como tornar mais difícil seu controle.
 
De uma perspectiva Ayurvédica, diabetes tipo 2 é principalmente um desequilíbrio, ou excesso, do dosha Kapha, que consiste nos elementos terra e água. Kapha governa a estrutura física do nosso corpo etambém vários processos metabólicos, mas quando se produz em excesso, pode se manifestar em ganho de peso, letargia, alergias e resistências à mudança. Ayurveda identifica um apetite excessivo, especialmente para alimentos doces, como um fator causal no desenvolvimento da diabetes tipo 2. No entanto, comer demais às vezes é provocada por um desequilíbrio no dosha Vata, que pode facilmente tornar-se agravado. Quando as pessoas com desequilíbrios de Vata comem demais para acalmar-se, Kapha, por sua vez pode tornar-se desequilibrado e, ao longo do tempo, contribuir para o desenvolvimento de diabetes tipo 2. (Neste artigo, vamos concentrar-nos sobre este tipo de diabetes, mas é importante notar que o Ayurveda considera o diabetes tipo 1 como sendo principalmente um desequilíbrio do dosha Vata.)
 
Nossa Dieta, Nossa Saúde
 
Já que a Ayurveda considera diabetes, principalmente como sendo  excesso do dosha Kapha , ela então recomenda uma dieta Kapha pacificadora para manter o diabetes sob controle. As diretrizes incluem comer mais alimentos que são amargos, adstringentes, ou pungente no gosto - e diminuindo o consumo de alimentos que são classificados como doce, azedo, ou salgado.
 
Aqui estão mais algumas recomendações  para equilibrar Kapha. Tenha em mente que uma prescrição dietética ayurvédica leva vários fatores em consideração, tais como idade, constituição corporal, a estação do ano, e outros fatores ambientais e sociais, portanto é necessária   uma consulta com um médico bem treinado, que fará recomendações específicas individuais.
 
• Coma alimentos que tenham um efeito de equilíbrio sobre o dosha dominante ou que irão pacificar (equilibrar) um dosha que se tornou excessivo ou agravado. Como Kapha  é pesado, oleoso e frio, prefira os alimentos leves, secos, ou quentes.
 
• Reduza o consumo de laticínios, que tende a aumentar Kapha. Você pode usar pequenas  porções de derivados de leite, como por exemplo leite ou iogurte desnatados.
 
• Beba chá de gengibre quente com as refeições, isso ajuda a estimular a digestão lenta. Beber 2 a 3 xícaras de chá de gengibre diariamente. 
 
• Todos os feijões são bons para os tipos Kapha, exceto  a soja e tofu, que devem ser consumidos com moderação.
 
• Prefira frutas mais leves, como maçãs, peras, romãs, uvas e damascos. Reduza frutas mais pesadas, como bananas, abacaxis, e figos.
 
• Grãos: Escolha cevada, milho, trigo sarraceno e centeio .Reduza a ingestão de aveia, arroz e trigo comum.
 
• Todas as especiarias, exceto sal , servem para pacificar Kapha. Use especiarias  picantes como pimenta, pimenta de Caiena, sementes de mostarda e gengibre livremente em sua dieta.
 
A perspectiva Ayurvédica sobre o balanceamento de Kapha  é consistente com o entendimento atual da medicina ocidental sobre a dieta adequada para o diabetes, que recomenda a minimização de carboidratos simples, gorduras e outros alimentos pesados, aumentando  alimentos mais leves,  como feijões ( principal fonte protéica),  grãos integrais ,e frutas e legumes.
 
Pesquisa Recente Sobre Vários Alimentos e Diabetes
 
Recentes estudos médicos ocidentais têm mostrado que a ingestão de grãos integrais, ao contrário de grãos refinados, é inversamente associada  ao risco de desenvolver diabetes tipo 2. Pesquisadores acreditam que este efeito é devido à sensibilidade à insulina, ou uma melhor capacidade do corpo de utilizar a insulina após a ingestão de grãos integrais. As pessoas que consomem cerca de três porções diárias de cereais integrais são 20-30 por cento menos propensas a  desenvolver diabetes tipo 2 do que aquelas que comem menos de três porções por semana. A ingestão de cereais integrais saudáveis em moderação pode ser consistente com o dieta de “ baixo teor de carboidratos” que é normalmente recomendada em diabetes.
 
Há também evidências para apoiar os efeitos benéficos de uma dieta rica em legumes, frutas e vegetais na prevenção e controle do diabetes. Assim como os grãos integrais, esses alimentos tendem a ser ricos em fibras, e evitar a rápida liberação de glicose no sangue, evitando assim também a rápida liberação de insulina . Alguns estudos têm sugerido que o consumo freqüente de carnes processadas pode aumentar o risco de diabetes tipo 2. As carnes,  especialmente as processadas, contêm muitas substâncias químicas pró-inflamatórias que podem contribuir para um estado crônico de inflamação no corpo.
 
Muitas pessoas são capazes de gerir a sua diabetes com mudanças na dieta, especialmente quando essas mudanças são feitas no início do desenvolvimento da doença. Na verdade, quando a intervenção precoce é feita com dieta, as pessoas com pré-diabetes podem prevenir o desenvolvimento da doença em si.
 
Comece a Se Movimentar
 
Tanto a Ayurveda como a medicina moderna reconhecem  a falta de exercício físico como um dos fatores de estilo de vida que contribui para o desenvolvimento e progressão da diabetes. A obesidade aumenta o risco de desenvolver diabetes e negativamente efeitos controle de açúcar no sangue em pessoas que têm diabetes. Por estas razões, ser ativo e manter um peso corporal saudável é importante no tratamento e prevenção de diabetes.
 
Qualquer tipo de atividade física ajuda na redução do açúcar no sangue, e os exercícios aeróbicos, em especial,  melhoram o funcionamento da insulina, permitindo que a glicose entre nas células onde é necessária e mantenha o nível no sangue normal.
 
Aumentar a atividade física ajuda a reduzir o excesso de dosha Kapha dosha. No entanto, o exercício vigoroso não é sempre recomendável, especialmente em indivíduos diabéticos que são frágeis ou magros (onde a obesidade não tem papel significativo) ou estejam sofrendo de outros problemas médicos. Nestes casos, recomenda-se uma a orientação profissional  sobre  o progama de exercícios mais adequado.
 
Yoga Para o Corpo Centrado - Consciência e  Equilíbrio
 
De uma perspectiva Ayurvédica, há posturas de yoga específicas que oferecem os maiores benefícios com o mínimo de stress. Algumas dessas poses incluem:
•  Série Saudação ao Sol 
•  Sentado à frente da curva (Paschimottanasana)
•  Postura de árvore (Vrksasana)
•  Guerreiro I e II (virabhadrasana I e II)
•  Ângulo lateral  extendido (Utthita parsvakonasana)
• Postura de ponte  (Setu bandha sarvangasana)
•  Jacaré torcido (jathara parivartasana)
•  Postura de relaxamento (savasana)
 
Jornal do Yoga (http://yogajournal.terra.com.br) tem um excelente site com uma seção especial dedicada ás posiçoes de yoga  onde você pode encontrar descrições detalhadas das posturas acima  e seus benefícios. Para a maioria das pessoas, o melhor é ter como objetivo  exercícios moderados no total de 30 minutos por dia, pelo menos, cinco dias por semana. Se você está tentando perder peso,  poderá desejar q exercitar mais de 30 minutos por dia. Comece devagar e aumente gradualmente a intensidade do exercício.
 
Tente Estas Atividades Abaixo:
Aqui estão alguns exemplos de exercício que você pode incorporar em uma rotina diária:
• Dê uma caminhada rápida
• Participe de uma aula de yoga, tai chi ou qigong 
• Vá dançar
• Faça uma aula de ginástica aeróbica
•  Vá nadar ou fazer hidroginástica
• Vá  fazer um passeio de bicicleta ou use uma bicicleta ergométrica dentro de casa.
 
Ervas Medicinais e Especiarias
 
A Ayurveda identifica muitas ervas e especiarias que podem ser usados para tratar o diabetes. Estamos começando a identificar algumas das ações benéficas destes ingredientes naturais de uma perspectiva científica. Existem atualmente mais de 1.200 espécies de plantas que têm conhecidos efeitos de redução de glicose. Aqui estão algumas:
 
Gymnema Sylvestre
Esta planta tem sido usada para tratar diabetes há mais de 2.000 anos. É um arvoredo tipo trepadeira comum na região central e sul da Índia. Os praticantes de Ayurveda   referem-se a esta planta como “gurmar”, ou "destruidora de açúcar". Gymnema sylvestre foi tradicionalmente usada de  muitas formas, seja mascando as folhas, tomando-a como um pó, ou prepará-la com a água como uma bebida um chá.
Tem havido extensa pesquisa sobre a gymnema sylvestre em estudos com animais, e foi encontrado que serve para estimular a secreção de insulina, aumentar os efeitos da insulina circulante, e diminuir os níveis de glicose no sangue. Também foi mostrado ter um efeito protetor sobre o pâncreas, que é o órgão que produz e secreta a insulina. Gymnema sylvestre parece aumentar a sensibilidade dos tecidos à insulina, que ajuda o corpo a usar glicose para produzir energia.
 
Trigonella Foenum-graecum (feno-grego)
Comumente conhecido como feno-grego, esta erva é cultivada em todo o mundo como um tempero. Em sânscrito, é também chamado de methi. Na Ayurveda, a semente é usada para tratar diabetes, preparando-o como uma bebida ou misturando o pó ou semente em curry ou pão. As sementes de feno-grego têm um alto teor de fibras, e vários componentes da semente foram identificados como tendo efeitos diretos na redução de glicose . Estudos têm demonstrado que o uso diário de sementes de feno-grego pode diminuir a resistência à insulina e melhorar o controle de açúcar no sangue.
 
Canela
Esta especiaria perfumada tem recebido muita atenção recentemente como uma substância de redução de açúcar. Canela tem sido indicada para melhorar a capacidade do organismo de utilizar a insulina de várias maneiras. Ela estimula receptores de insulina nas células, bem como atua diretamente em nosso DNA para "desligar" os genes que são responsáveis pela desativação de receptores de insulina em nossas células. Essas ações tornam muito mais fácil para as células a absorção de glicose, reduzindo assim os níveis de açúcar no sangue. Incluir canela em uma refeição rica em carboidratos também reduz o aumento de glicose no sangue  Por exemplo, você pode adicionar apenas uma colher de chá de canela para uma xícara de arroz doce. De uma perspectiva Ayurvédica, a canela contém o sabor picante, que é recomendado em uma dieta Kapha pacificadora.
 
Curcuma
Este tempero popular indiano tem uma longa história de uso como um anti-inflamatório, e devido à conexão entre inflamação e diabetes, está sendo estudada na prevenção e no tratamento de diabetes.
 
Um estudo de 2011 sobre assuntos animais publicado em “Toxicologia de Alimentos e Química” descobriu que os efeitos da cúrcuma foram semelhantes às de um medicamento para diabetes comumente prescrito, aumentando a sensibilidade à insulina e reduzindo os níveis de açúcar no sangue. A ingestão de cúrcuma resultou em uma redução significativa no peso corporal e gordura. Mais pesquisas serão necessárias para confirmar esses efeitos em humanos. A pesquisa atual revela que o uso de cúrcuma não tem efeitos colaterais significativos e recomenda o uso deste tempero para complementar outras terapias para  diabetes.
 
 
Os Alimentos Benéficos
 
Vários alimentos também têm sido usados tradicionalmente como um remédio para diabetes e mostraram diminuir os níveis de glicose no sangue. Por exemplo, “goard “amargo, ou karela, é uma hera amplamente usada para tratar diabetes em muitos sistemas de cura tradicionais. Acredita-se que ,diminuindo a absorção de glicose pelo intestino, estimula a secreção de insulina e aumenta a absorção de glicose nas células musculares. Usado como um alimento na dieta indígena, não houve toxicidades relatadas.
 
Outra cabaça que tem sido demonstrada de possuir efeitos de redução de glicose é ivy goard, ou kanduri. O suco deste alimento contém uma enzima que os seres humanos produzem naturalmente que quebra os açúcares. Extratos da raiz e folha demonstraram reduzir os níveis de açúcar no sangue em animais.
 
Vários estudos mostram que comer amêndoas junto com carbohidrato de carbono reduz significativamente a liberação de açúcar no sangue, similar à adição de canela numa refeição. Tente adicionar um punhado de amêndoas  numa salada, ou na  aveia, ou nos cereais  No Centro Chopra, temos visto pacientes experimentarem reduções significativas do açúcar no sangue quando eles fazem essas mudanças na dieta.
 
 
A respeito da autora
Dra. Sheila Patel é uma médica de família certificada, especialista em Ayurveda, e Diretora de Programação de Saúde do Centro Chopra de Bem Estar em Carlsbad, Califórnia. No programa  semanal do Centro Chopra de Saúde chamado “ Saúde Perfeita” ela oferece consultas médicas  mente-corpo e conduz aulas de meditação, Ayurveda, e mente-corpo. Para saber mais, clique aqui ou ligue para 1 760.494.1639.
 
* Nota: As informações contidas neste artigo destinam-se apenas para uso educacional e não substituem o aconselhamento médico profissional, diagnóstico ou tratamento. Procure sempre o aconselhamento do seu médico ou outro profissional de saúde qualificado , para qualquer dúvida que possa ter a respeito de uma condição médica e antes de iniciar qualquer dieta, programa de exercícios físicos,programação de saúde ou outras. Embora a  Ayurveda e outras abordagens complementares ofereçam um enorme valor, você ainda precisa de cuidados médicos regulares para monitorar precisamente o diabetes e prevenir complicações.
 
Postado em 10 de janeiro de 2012 em Ayurveda, Diabetes, Doshas ( tipos de corpo-mente ), Meditação, Sheila Pereira, MD, Peso e Saúde, Yoga.
 
Fonte: www.chopra.com
Tradução Nair Baranski - E_mail: [email protected]