Vida é Transformação

A vida que se renova em todos os sentidos, esferas e dimensões, é transformação infindável. A semente se transforma na planta, que transforma seiva em fruto, e novamente se encerra na semente que guarda em si a mesma planta, para depois retornar à vida. A vida no animal é luta transformatória que se mantém em equilíbrio pelas forças evolutivas da natureza. 

No ser humano a vida ganha individuação e a consciência se amplia com novas e mais refinadas percepções. As emoções primárias vão se refinando e os sentimentos são mais elevados. Surge o amor como uma emoção consciente pela razão retificadora das forças destrutivas, ao canalizar os pensamentos e as ações para o bem. Não há mais necessidade da luta destrutiva pela sobrevivência como nos tempos primários, pois a inteligência se sobrepõe pela razão às emoções força de luta.

As transformações foram acontecendo e o ser humano se tornou o que ele é hoje, mais amoroso, mais compreensivo, mais inteligente, embora ainda com emoções primárias que se refletem em instintos à vezes agressivos em seu comportamento, mas já é capaz de controla-los. Transformando raiva em compreensão e ódio em amor, crescemos renovando nossas emoções e atitudes. A primeira emoção foi o medo; depois surgiu a ira, ou raiva; mais adiante brota o amor, quando surge a razão transformando os componentes agressivos ou manipuladores de nossas emoções já mais evoluídas. Ainda lidamos com o medo – medo de perder o objeto de nosso amor e o medo mãe de todos os medos, o medo da morte. Ainda lidamos com a raiva, mas na maioria das vezes já canalizada como força ativa para sair do mal e alcançar o bem. Estamos transformando constantemente e permanentemente essas emoções primárias e refinando-as, para alcançar a plenitude do amor incondicional livre de qualquer emoção inferior, de qualquer atitude de posse, manipulação e controle.
 
A vida se renova em suas transformações físicas e espirituais. Somos alma, um complexo sistema de consciência, mente e emoções, que evolui através de corpos físicos e não físicos, pelos aprendizados nas diferentes esferas e dimensões, em diferentes mundos. Tudo é transformação de uma consciência emanada da fonte inesgotável de amor, que entendemos por Deus, e está evoluindo através de eras desde a primeira manifestação no reino mineral até onde se encontra nesse momento, para alcançar a dimensão de onde se originou; “retornar à casa do Pai”. 
 
Quando o processo de crescimento emocional liberta o espírito da sombra aturdente dos medos, das crenças no mal, nele surge a luz da verdade na consciência,  o discernimento e a compreensão da vida, do universo e da nossa evolução.

Luiz Antônio Trevizani - 03/07/2012