Sidebar Menu

No fundo, o que nós estamos buscando na vida é uma razão para estabelecermos a harmonia fundamental de nosso ser - A FELICIDADE! Nesse processo de busca pela felicidade, o sofrimento acaba sendo um meio pelo qual nos confrontamos, e nos percebemos, em nossa experiência humana, com nossa natureza espiritual. Mas o sofrimento não tem que ser o preço que temos que pagar constantemente para alcançarmos a felicidade.

Em nossa jornada terrena, nós andamos imersos na escuridão, orientados por uma pequena lanterna que ilumina só alguns passos à nossa frente. Essa lanterna é a luz da consciência, e seu alcance está delimitado pelo quanto de percepção já expandimos na consciência, e por quanto nos permitimos viver em nossa natureza amorosa.

Se você busca a paz, apenas pacifique-se. Ela não é uma coisa que se busca em algum lugar. Você não vai encontrar paz nas manifestações de rua, nos movimentos mundiais pela paz, porque ali também se manifesta a energia do conflito interior das pessoas, não a paz.

Todo tempo é seu; toda eternidade está á sua espera...

Em cada oportunidade percebida e transformada em uma linda história por uma experiência única, por uma manifestação de seus talentos únicos, a vida se regozija, se renova e se eterniza na memória dos mundos, e conta para todos os universos a sua façanha.

Você é espírito eterno, consciência ilimitada, com a mesma natureza da fonte da sua origem. Mas há limites em seu entorno que ainda impedem que manifeste todo esse potencial de consciência ilimitada, dotada de capacidades e poderes extraordinários. "Vós sois deuses; podem fazer o que eu faço e muito mais", disse o Mestre.