O Supremo Absoluto e a Mecânica da Criação

O lar do SELF Supremo é o Absoluto, o vazio. Então, depois de longo tempo, esse SELF, situado no vazio gélido, se aborrece e deseja fazer algo. Sendo criativo, Ele quer brincar, visto que não há nenhum trabalho para se fazer lá. Não tem nenhuma companheira e, portanto, começa a brincar com Ele mesmo.Decide brincar de esconde-esconde, por ser um jogo fácil de se jogar. Ele rapidamente mostra um cobertor feito do estofo do ego. Então, Ele destaca parte de si próprio e cobre-a com esse cobertor de ego, e faz “Uuuh!”. Bem, esse é um jogo muito interessante e agradável. Desse modo, Ele consegue outro cobertor feito da ignorância do Self e com ele en...

Leia mais...

A Sabedoria da Incerteza

A incerteza da vida faz constantes exigências ao nosso mecanismo de lidar com incertezas. Há basicamente dois modos de agir quando estamos às voltas com o que é incerto: aceitar ou resistir. Aceitar significa que você permite que os eventos tenham lugar à sua volta e reage a eles espontaneamente, sem dissimulações.   Resistir quer dizer que você tenta mudar os eventos, transformando-os em outros, diferentes do que são na realidade, e reage a eles com reações familiares e seguras.   A aceitação é saudável porque permite que você se livre de qualquer estresse assim que ele ocorra; a resistência não é saudável porque acumula resíduos de...

Leia mais...

As Crenças - Pressuposições e Atitudes

Uma crença pode ser definida como qualquer ideia que você aceita como verdadeira – uma ideia que valida ou invalida a experiência pessoal. Os kahunas consideram as crenças padrões mais ou menos resistentes de pensamentos que são literalmente incorporados, em sua maioria absorvidos pelo corpo, e que governam ou influenciam todo comportamento mental e físico. Pressuposições (Paulele)Paulele, na filosofia Huna, tem o significado de “confiança” e “parar de saltitar”, implicando um estado ou condição de segurança. As pressuposições que as pessoas têm sobre si próprias e a vida em geral são consideradas pelos kahunas a fundação sobre a ...

Leia mais...

Para os Maias o Mundo Não Acabará, Mas seus Recursos Sim

Para os maias o mundo não acabará, mas seus recursos sim. Segundo o calendário maia, o chamado 13 Baktún chegará ao seu final no dia 21 de dezembro, o que despertou a histeria entre aqueles que acreditam que isto simboliza a chegada de grandes catástrofes e o fim do mundo, o que é absolutamente diferente do pensamento indígena. Cidade da Guatemala, Guatemala, 16/1/2012 – A chegada do fim de um período no calendário maia não prevê nenhuma catástrofe global e muito menos o fim do mundo, cujos recursos naturais – estes sim – são depredados pelo ser humano, alertam sábios e ativistas maias ouvidos na Guatemala. Segundo o calendário maia, ...

Leia mais...

Um Presente de Amor... Para Você Mesmo

Pense em alguém que você ama com cada célula do seu corpo. Pode ser seu filho, um pai que sempre incentivou você, ou seu cônjuge. Ou talvez o seu amado animal de estimação ou um amigo da da vida toda. Se você pode sentir ou imaginar esse estado expansivo da amorosidade, você vai reconhecer que é possível gostar tanto de alguém que seu único desejo é que esse alguém possa  ser feliz. Agora pense em como você se sentiria se você pudesse adotar esse nível de amor por si mesmo. Se você amasse a si mesmo tanto quanto uma mãe ama seus filhos, quais escolhas  você faria? Você pode imaginar que, como uma mãe dedicada, você gostaria que...

Leia mais...

Super Cérebro

Desencadeando o explosivo poder de sua mente para maximizar a saúde, a felicidade e o bem estar espiritual. UMA IDADE DE OURO PARA O CÉREBRO O que realmente sabemos sobre o cérebro humano? Nos anos 1970 e 1980, quando os autores completaram sua formação, a resposta honesta era "muito pouco". Havia um ditado circulando então: “Estudar o cérebro era como colocar um estetoscópio no lado de fora do Astrodome para aprender as regras do futebol.” Seu cérebro contém cerca de 100 bilhões de células nervosas formando de um trilhão a talvez um quatrilhão de conexões chamadas sinapses. Essas conexões estão em estado constante e dinâmico de remodela...

Leia mais...

Silêncio - Muito Além de Silenciar Só a Mente

Silenciar requer um anseio de silêncio vindo do seu interior. O simples fato de fazer silêncio não transforma o ser; seria unicamente o hábito de calar as palavras, pois as emoções e pensamentos, enriquecidos pelo acúmulo de energias, tomam novas forças para mover a alma através deles. Mas, buscar o silêncio interno através do silêncio externo, faz com que a energia que está sendo reservada desperte os centros espirituais da alma em vez de mover paixões. Então, vale a pena o investimento!  Nas primeiras tentativas rumo ao sonhado desenvolvimento espiritual, como o ser ainda não se conhece, necessita de muitas imagens, muita racionalizaçã...

Leia mais...

Se...

Se, ao final desta existência, alguma ansiedade me restar e conseguir me perturbar; Se eu me debater aflito o conflito, na discórdia; Se ainda ocultar verdades para ocultar-me, para ofuscar-me com fantasias por mim criadas; Se restar abatimento e revolta pelo que não consegui possuir, fazer, dizer e mesmo ser; Se eu retiver um pouco mais do pouco que é necessário e persistir indiferente ao grande pranto do mundo; Se algum ressentimento, algum ferimento impedir-me do imenso alívio que é o irrestritamente perdoar, e, mais ainda, se ainda não souber sinceramente orar por quem me agrediu e injustiçou; Se continuar a mediocremente denunciar o cisco n...

Leia mais...

Se a Paz Não Começar Em Mim

PAX – PAZ - PACE - PEACE - PAIX - PACO - PAU - PÎ-A-GUAPÎ - POKÓJ – PAQE - SHALOM - SALAM – SHANTI - HEIWA - FRIEDE - FRED – VREDE – BÉKE - BAKE – DAMAI - DIRLIK – RAUHA – TAIKA – MIER – MIR. Se a paz não começar em mim, não começará. Se eu levantar a bandeira da paz em desafio, não será paz. É preciso erguer as bandeiras brancas com o coração de harmonia, respeito, compaixão.Se nosso estado é de rancor, de vingança, de demonstrar nossa força, não terá a força de transformar violência em paz ativa. Vamos caminhar silenciosos e amorosos.Vamos nos encontrar e nos cumpri...

Leia mais...

Por Que Palavras?

Um monge aproximou-se de seu mestre – que se encontrava em meditação no pátio do Templo à luz da lua – com uma grande dúvida: “Mestre, aprendi que confiar nas palavras é ilusório; e diante das palavras, o verdadeiro sentido surge através do silêncio. Mas vejo que os Sutras e as recitações são feitas de palavras; que o ensinamento é transmitido pela voz. Se o Dharma está além dos termos, porque os termos são usados para defini-lo?”   O velho sábio respondeu:” As palavras são como um dedo apontando para a Lua; cuida de saber olhar para a Lua, não se preocupe com o dedo que a aponta.”   O monge replicou: “Mas eu não ...

Leia mais...