Pensar - Ou Repetir?

Os sistemas modernos de instrução e educação têm tendência de crear repetidores de pensamentos alheios, em vez de pensadores autônomos. Os estudantes devem decorar, memorar, repetir o que os livros e professores dizem, sem saberem, por si mesmos, discriminar o verdadeiro e o falso.  Estamos na era dos "cérebros eletrônicos". E com isto enchemos o mundo de autômatos humanos, reatores atômicos, cuja reação corresponde mecanicamente à ação. Em face do poder da nossa publicidade comercial, o homem perdeu quase totalmente o critério próprio; compra o que o rádio, atelevisão, o jornal, o cartaz mandaram comprar, convencido de que necessita aq...

Leia mais...

Os Quatro Níveis da Consciência Humana

 Olá, Dr. Demétrius. Eugênia me falou que teria algo a falar sobre a consciência humana?Sim. Existem diversos graus de consciência, e, de acordo com o nível de interesses e necessidades, aspirações, medos e tendências, teremos uma noção aproximada de com quem nos relacionamos e de quem nós próprios somos.  Quais seriam esses níveis?Seremos um pouco arbitrários, na criação dessa taxionomia evolutiva, mas eis aqui nossa proposta de estratificação da hierarquia desenvolvimentista da consciência humana: Consciência InstintivaSão homens de tal modo instintuais que em pouco diferem dos brutos. Na Terra, já são incomuns nos dias que ...

Leia mais...

Os Cenários da Consciência (2)

Podemos entender o termo ‘consciência’ a partir da seguinte definição: conhecimento que o ser humano possui sobre si mesmo, sobre sua existência e sua relação com o mundo. Aprofundando um pouco, diremos que é válido acrescentar que implica no conhecimento detalhado e real de algo, assim como a capacidade para discernir entre o bem e o mal. Usando uma figura de linguagem podemos dizer que Consciência é uma cebola em si mesma, que devemos observar camada a camada.   Digamos que o ser o humano possui uma pobre consciência de si mesmo. Todos os fatores culturais (provenientes dos seguintes âmbitos: cultura, ...

Leia mais...

Os Cenários da Consciência (1)

Dentro da exo-ciência existem várias ramificações realmente úteis na hora de vertebrar a matéria da consciência. Mencionarei 3 que me parecem imprescindíveis para uma melhor compreensão do mapa que desde esta equipe (starviewer) pretendemos traçar. O restante das disciplinas não mencionadas também são de peso, porém para o assunto que nos ocupa, as seguintes servem perfeitamente como material introdutório: A Exo-psicologia é uma disciplina que se encarrega do estudo da preparação psicológicas humana para a interação extraterrestre. E se pergunta: que evolução deve experimentar nossa mente e cultura, para conseguir comp...

Leia mais...

Oito Versos Que Transformam a Mente

Vou agora ler e explicar brevemente um dos mais importantes textos sobre a transformação da mente, Lojong Tsigyema (Oito Versos que Transformam a Mente). Este texto foi composto por Geshe Langri Tangba, um bodisatva bastante incomum. Eu próprio o leio todos os dias, tendo recebido a transmissão do comentário de Kyabje Trijang Rinpoche. 1. Com a determinação de alcançar. O bem supremo em benefício de todos os seres sencientes, Mais preciosos do que uma jóia mágica que realiza desejos, Vou aprender a prezá-los e estimá-los no mais alto grau. Aqui, estamos pedindo: "Possa eu ser capaz de enxergar os seres como uma jóia preciosa, já que são o obj...

Leia mais...

O Perigoso Círculo Vicioso da Falta de Prazer

A criança dependente que existe em você ainda busca aprovação dos outros. Essa área de nossa personalidade que ainda nos faz sentir fracos, medrosos e impotentes, é a nossa área da personalidade que continuou criança. A pessoa plenamente adulta utiliza suas melhores forças, inteligência, intuição, habilidades, observação e flexibilidade para harmonizar-se com os outros no dar e receber. Seu senso de justiça o torna suficientemente maleável para ceder. E seu senso de "eu" o torna suficientemente agressivo para não ser pisado e prejudicado. Este equilíbrio geralmente delicado, não pode ser ensinado, deve surgir através do desenvolvimento pes...

Leia mais...

O Paradoxo

Um antigo ensinamento védico afirma que a capacidade de adotar a ambigüidade, a incerteza e o paradoxo é a marca registrada dos seres espiritualmente iluminados. No entanto, embora possamos reconhecer o valor da flexibilidade e abertura, a mente (o ego) anseia por certeza. Ela se esforça por classificar idéias e experiências em categorias puras, tipo bom ou mau, verdadeiro ou falso, vítima ou agressor. Embora esta função da mente seja inestimável quando precisamos avaliar rapidamente o perigo potencial em nosso meio, quando nos tornamos arraigados numa particular perspectiva ou padrão de pensamento, nós contraímos nossa consciência de novas possib...

Leia mais...

O Nível Espiritual

Infelizmente, as palavras “spirit” (“espírito”) e “spirits” (“espíritos”) são, no idioma inglês, muito versáteis. São usadas para denotar espíritos líquidos, isto é, bebidas alcoólicas, e também para descrever entidades desencarnadas, isto é, gente sem corpo físico e assombrações de todos os tipos, desde as benévolas, como as que andam pelos jardins, até as viciosas, malévolas, degeneradas. Empregamos a palavra “espírito” e “espiritual” para descrever o mais alto nível da evolução humana que faz fronteira com o absoluto. É muito difícil traçar quaisquer linhas de demarcação precisas, pois o mais elevado dos n...

Leia mais...

O Desenvolvimento da Consciência

Jung estabeleceu cinco etapas no que diz respeito à aquisição da consciência, seu desenvolvimento no rumo da vitória plena.  A primeira etapa é “Participação Mistica”, diz respeito a conquistada identificação entre consciência do ser e tudo quanto lhe diz respeito no entorno da sua existência. Acontece que se torna difícil existir no mundo sem que ocorra esse fenômeno de interdepêndencia entre ele e o que se encontra à sua volta. Nesse sentido, a identificação é muito variada, considerando-se aqueles que, ainda vitimados pelas sensações, permanecem vinculados aos objetos e vivenciam-nos, sorrindo e sofrendo. Alguém se identifica e se...

Leia mais...

O Desafio de Ser Um Meditador Num Mundo Onde Impera a Competição

É provável que o período em que vivemos seja o mais competitivo de sempre. A “era da informação”, em que a televisão, os telemóveis e a Internet desempenham papel de destaque, tornou o mundo mais pequeno, mais rápido e, sim, fundamentalmente competitivo. Por mais empolgante que sejam os nossos tempos, por vezes dá a sensação de estarmos a viver um filme de terror inspirado em Darwin, em que precisamos de toda a nossa energia para ultrapassar os outros a todo o custo. A competição é, aliás, uma das qualidades atualmente mais apreciadas na educação em quase todas as culturas. Adoro o simbolismo inteligente de Osho quando sugere que a compet...

Leia mais...