Sidebar Menu

Nós vivemos rodeados de números por toda parte, do despertar ao repousar passamos o dia inteiro lidando com números, e ainda sonhamos com eles durante o sono. Seria ingenuidade, diante disso, pensar que os números têm função limitada a somente quantificar e mensurar coisas; se eles formam as bases de tudo o que lidamos, contamos, medimos, calculamos, projetamos e criamos, deve haver algo mais registrado em sua natureza, como arcanos guardadores de segredos.

A numerologia é uma ciência milenar, que descreve a essência e a natureza das palavras, das coisas, do Cosmo e do ser humano através da decodificação dos atributos dos números e das letras do alfabeto. A sua origem nos remete à região da Caldeia, entre os rios Eufrates e Tigre. No Antigo Testamento da Bíblia há várias citações sobre esse povo (caldeu) que, sob o comando de Nabucodonosor II teria destruído Jerusalém e levado o povo judeu para o cativeiro babilônico que durou cerca de 70 anos. Após este período, os caldeus foram vencidos pelos persas e a Babilônia dominada por Ciro II. Também foi na caldeia, na cidade de Ur, que Abraão viveu antes de ir para a terra de Canaã. – Fonte: Wikipédia.

Cada ser humano trouxe na sua bagagem, ao nascer, uma agenda para ser cumprida. Nessa agenda consta um programa que estabelece as metas para sua evolução espiritual através do seu progresso material e ético/moral. Cada um terá as oportunidades angariadas por si próprio, em suas jornadas anteriores por aqui, pelo quanto de talentos já desenvolveu e multiplicou por suas múltiplas personalidades passadas. Tudo está plenamente justo conforme estabelecem as leis naturais e morais.

Nas esferas da Numerologia Cabalística, configuradas em um mapa pessoal de números encontram-se revelações promissoras – todo programa das oportunidades traçadas para o progresso do ser humano e sua evolução espiritual durante uma existência no plano da vida física. Todo cenário é oportunidade redentora e promotora do progresso.

O nome que cada um de nós recebeu ao nascer fixou as características básicas da constituição da nossa personalidade, em torno do qual ela se desenvolveu agregando elementos da cultura familiar, da educação, da moral e da ética, da sociedade, da nação que escolhemos ou fomos enviados para viver a experiência evolutiva terrena, além de outros diversos. Ele é nossa identidade no mundo e reflete quem somos na personalidade temporária.